sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Dízimo! Pague-se primeiro







1. Determine seus objetivos - De nada adianta estabelecer metas que não esteja disposto a atingir. Escolha, portanto, o seu principal projeto e tenha em mente o quanto ele deve custar.

2. Defina prazos para seus objetivos - Estabeleça objetivos de curto, médio e longo prazo. E quanto precisaria poupar por mês para atingir os objetivos dentro do prazo. Provavelmente existem mais objetivos do que capacidade de poupança. Então determine quais são os prioritários.
3. Identifique sua tolerância a riscos – É fundamental avaliar o grau de risco que você pode suportar, ou seja, o quanto pretende arriscar para ter um rendimento maior.
4. Escolha um investimento sob medida para o seu perfil - O mercado apresenta uma variedade de investimentos para diferentes perfis, objetivos, prazos e tolerância a riscos. Você só precisa escolher a modalidade mais adequada às suas necessidades e ao seu perfil de investidor.
5. Procure diversificar suas aplicações - A diversificação é a melhor estratégia de investimento. Significa não colocar todos os ovos numa mesma cesta. Com a diversificação, você consegue suportar perdas em algumas aplicações, porque poderá estar ganhando em outra ponta.
6. Acompanhe o desempenho do seu investimento - O retorno ou rentabilidade do investimento é o resultado que você teve com determinada aplicação. O investimento correto é aquele que deixa você mais perto de seus objetivos.
7. Invista sempre - O importante não é guardar muito, mas guardar sempre, pois isso lhe dará, ao longo do tempo, o sentimento de disciplina.
8. Reveja seu plano financeiro - O plano financeiro deve ser adaptado às circunstâncias que vão surgindo. Por exemplo, vamos imaginar que você vinha poupando R$ 300,00 para comprar um carro de R$ 40 mil, na medida que aumenta o seu salário e você puder poupar mais..., antes alcançará seu objetivo.


Você pode estar pensando:
Falar é simples, mas na prática é outra história.
Mas o pensamento tem que ser outro, a educação financeira é tão importante, que esse assunto deveria ser ensinado nas escolas, assim desde cedo nossos filhos saberiam como cuidar do seu dinheiro.
Como isso até hoje nao é ensinado, não temos tempo a perder, quanto antes aprendermos, antes colocaremos em prática, afinal que nao pensa num futuro tranquilo!?


VAMOS FAZER CONTAS... 
Imagine que você vá poupar uma quantia de R$ 300,00 por mês durante 120 meses (10 anos).
Se fizer isso guardando "embaixo do colchão":
R$ 300,00 x 120 = R$ 36.000,00 ao final do prazo.
Vemos que nao houve qualquer rendimento, dessa forma dificilmente seu objetivo será atingido, pois ele com certeza sofrerá ajustes de preço. Mas a seguir veremos algo muito interessante...
Vamos agora verificar como ficaria o seu capital, investindo na Poupança:
R$ 300,00 x 120 = R$ 49.709,63 usando para cálculo uma correção média mensal de 0,5%.
Observe que houve uma diferença dos R$ 36.000,00 para R$ 49.709,63. Veja como é importante o rendimento para qualquer investimento ao longo do tempo, os R$ 13.709,63 que renderam significam 38% a mais no capital final.
Vamos ver como ficaria o seu capital, investindo em um Fundo de Renda Fixa:
R$ 300,00 x 120 = R$ 58.789,79 usando para cálculo uma correção média mensal de 0,75%. Sem descontar o IR.
Observe que houve uma diferença ainda maior se comparada aos R$ 36.000,00 iniciais. A diferença de R$ 22.789,70 que renderam significam 63% a mais no capital final.
O exemplo abaixo será apresentado com rendimento médio mensal de 2%, lembrando sempre que, o mercado de ações é um mercado volátil e que pode apresentar em alguns períodos, rendimentos negativos. Mas, historicamente e a longo prazo mostra-se mais rentável. Portanto, há que se investir nesta modalidade um capital que não tenha previsão de uso no curtissimo prazo.
Seguindo o raciocínio acima, veremos como ficará seu capital se investisse em Ações:
R$ 300,00 x 120 = R$ 149.707,00 usando para calculo uma correção média mensal de 2%. Sem descontar o IR.
O que achou...? Se comparada aos R$ 36.000,00 iniciais. Essa diferença de R$ 113.707,00 significam 315% a mais no capital final.


Então, não perca mais tempo...!? Agora que você conheceu alguns exemplos e pode verificar como um investimento bem planejado sendo ele em qualquer das modalidades acima pode mudar o seu futuro.

2 comentários:

  1. Não me arrependi de escrever-me e receber estes audios livros que possuem valiosos conselhos,com certeza vou indicar a meus amigos.Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, seja sempre muito bem vindo a esse site, desejo que vc realize todos os seus sonhos !

    ResponderExcluir