segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

O INSONDÁVEL MISTÉRIO DO SER XI

O INSONDÁVEL MISTÉRIO DO SER.
XI
“EU SOU, LUZ, SAÚDE PLENA E PAZ!”
Átomos... Os semideuses!
A caminhada ascensional é feita em uma estrada de responsabilidades e compromissos assumidos perante o Supremo Tribunal de nossas Consciências para que não venhamos a sermos julgados junto ao Supremo Tribunal de nossos Pesadelos pelo mau uso que poderemos fazer dos Poderes que gradativamente irão se manifestando em nós. Durante a jornada, para cada Lei compreendida a sua ação, seremos provados para darmos testemunhos se seremos merecedores de sua expressão, entretanto, depois de adquirida não tem mais como a inibirmos a agir, sendo neste interim que mora um perigo a ser evitado, o do uso inadequado da Lei em prol de benefício próprio, não quero dizer com isso que não possamos nos favorecer nestas Leis, pelo contrário Elas conspirarão a nosso favor se soubermos fazer justo e bom uso das mesmas.
Quando nos apresentamos à frente de uma porta fechada o que se faz? – É de praxe que usemos de bons costumes e assim, pedimos “Com Licença” para entrar, se em determinado momento não nos for permitida a entrada, voltamos a insistir e apelamos para o “Por Favor”, desta forma temos a devida permissão para penetrarmos ao interior do que aquela porta resguardava ao que, então, agradecemos com um “Muito Obrigado”, vejam bem, só nos foi permitida a penetração em tal situação por estas três frases terem sido expressadas com sinceridade e conotação de liberação de confiança.
Estas são frases Chaves Poderosas que abrem os Corações mais duros que nos possam parecer.
Assim é preciso agir para entrarmos nestes campos metafísicos e deles trazermos a tona os lenitivos necessários para um real viver, portanto, a via a ser usada para tal acesso é a do CORAÇÃO, será pelo Coração que os Guardiões destes Portais serão tocados a nos atender a solicitação e nos proporcionar oportunidades para desenvolvermos o Conhecimento devido para a Transmutação. Ao chegarmos a este ponto de nosso estudo, seremos a partir de então, preparados para conhecermos os métodos práticos e simplistas que a Alquimia tem para nos oferecer sem mais que nos seja pedido sofrimentos longos para tal merecimento, basta que aceitemos os resultados, como méritos alcançados por merecimento plenos, sobre os quais responderemos com a responsabilidade de seu uso, caso não queiramos ser questionados pela ação Inexorável, mas, Disciplinativa Lei de Causa e Efeito.
Veremos agora a clássica advertência Hermética para que não sejam usados inadequadamente os processos metafísicos e assim não se venha a ser julgados perante o Tribunal do Carma.
‘Sê... (Advertências aos imprudentes).
‘" alerta e ativo como os Silfos, mas evite frivolidade e capricho. enérgico e forte como as Salamandras, mas evite irritabilidade e ferocidade. flexível e atento às imagens como as Ondinas, mas evite ociosidade e a inconstância. laborioso e paciente como os Gnomos, mas evite grosseria e avareza. Deste modo desenvolverás gradualmente os poderes da tua Alma e te capacitarás a comandar os Espíritos e os elementos. Pois se usares os Gnomos para satisfazer tua avareza, não mais os estarás comandando, mas eles te comandarão. Serias capaz de abusar das puras criaturas dos bosques e montanhas para encher teus cofres e satisfazer tua fome por Ouro? Degradarias os Espíritos do Fogo Vivo para servirem à tua cólera e ódio? Violarias a pureza das Almas das águas para alcovitar tua devassa luxúria? Forçarias os Espíritos da Brisa da Tarde a atender tua tolice e capricho? Saiba que com tais desejos tu, apenas, atrairás o Fraco e não o Forte, e que neste caso o Fraco terá poder sobre ti". - Liber Librae.
Estes ensinamentos foram-nos liberados por uma Ordem Secreta que se preocupa em ajudar a desenvolver os poderes inativos nos homens desde que provem fidelidade para com as Leis Universais.
Diz outro aviso de um grande místico e Mestre do passado Elifhas Levi, que se não tivermos coragem para vencermos a loucura, miséria e a morte é melhor que não nos atrevamos a desvendar os Mistérios que envolvem o Ser para que não percamos a razão ao mergulharmos nas veredas da transição.
Como acabamos de ver este é um magnifico caminho, mas, dependendo daquilo que fizermos poderemos estar construindo o nosso Céu ou cavando o próprio Abismo.
Acreditando ter sido muito claro naquilo que foi exposto, daremos então sequência ao nosso estudo no que tange entendimento sobre os Semideuses que compõem os corpos para manutenção de sua complexidade.
Os Semideuses... Quem Eles São?
As variantes que estabelecem os campos da religiosidade são unânimes em afirmar que existe uma Hierarquia acima do Bem e do Mal que comanda os destinos dos Mundos e dos Homens, entretanto, vimos um prevalecimento “maléfico” seguir um padrão de condicionamento comportamental quase que de inevitável ação. Por que isto é acontecimento? – Porque na realidade não existe esta camada superior ou inferior que não esteja enraigada no próprio homem, permitindo a ele ser o seu algoz ou o seu libertador. Dois ou três homens reunidos poderão acionar campos salutares ou não a favor de um terceiro ou quarto elemento, portanto, é propriedade do ser humano esta condição de levar a vida que desejar e desejar a vida que seu semelhante queira levar se solicitado for a interferir.
Como poderemos definir esta Hierarquia em nosso interior? Falaremos somente sobre três aspectos para que não atropelemos a Ciência e assim nos tornaremos aptos a ajuda-los a executarem a Obra em nós mesmos!
Primeiramente falaremos sobre os Elohins Criadores que assolam nossa composição psicobiofísica.
Que, são e como atuam na Poderosa Máquina Humana?
Representa a bilionésima parte fragmentada do Átomo que compõem a Cadeia Atômica Universal.
Este é o Fragmento que a Ciência busca chegar e não consegue atingir por achar que conseguirão por meio mecânico o seu intento o que é impossível por fazer parte de um contexto vibratório que tem por harmonia a unicidade.
Esta diminuta partícula tem propriedades inerentes ao Criador dos Mundos, ou seja, é um Fragmento/Inteligência/Universal que segue o princípio de ação à ordem recebida de seu ser superior a Mente Humana sem que faça análise se tal ordem é benéfica ou não para sua administração e manutenção do corpo físico. Ela é a responsável em responder por reflexo tudo àquilo que for pensado pelo homem, por esta razão, a máxima que afirma sermos o que pensamos. Cada pensamento emitido é uma ordem expressa fornecida aos Elohins Criadores que imediatamente os capta e executa a ação conforme a qualidade e propriedade dos mesmos (pensamentos).
Assim tudo que se realiza em nós está ancorado na condição penso/ativa e o desejo da mudança nem sempre está, apenas, em um querer sem que haja a mudança comportamental da maneira de pensar e agir sem consistência, este é aquele processo que falamos no passado com relação a mudarmos o foco de uma determinada situação e conseguirmos fornecer uma estrutura forte ao novo sentimento, esta condição estruturada em um desejo acentuado na realização modifica a situação por fazer com que os Elohins Criadores sejam sugestionados a realizarem tal aspiração.
Eu digo sempre em minhas elocuções, não adianta eu querer me curar de uma adversidade somente pensando naquilo que eu quero, é preciso que eu mude a minha maneira de ver aquilo que me acontece como já passado e riscá-la de meu mental/ativo, ou seja, não posso desejar melhorar uma situação por mais terrível que ela possa me parecer continuando com o meu pensamento focado nela, ou de vez em quando a relembrando, assim, jamais sairei do estado em que me encontro.
O desejo de mudar está no sentimento de esquecer o que tenho e focar somente no que eu quero, este é o caminho das verdadeiras realizações.
É preciso, também, que não esqueçamos a Lei Inexorável de Causa e Efeito que atua em função de um processo disciplinativo e construtivo e não para castigo como normalmente é interpretada.
Todo efeito manifesto em nossas vidas está enraigado em uma causa que normalmente se esconde atrás de uma personalidade que não aceita a condição de ter errado na sua condução, entretanto, quando desejarmos atingir uma nova condição é fundamental que busquemos as razões que nos levaram a obter aquela forma de vivência, que sem dúvidas não é a nossa realidade desejável, esta busca nos levará a um sentimento que nos induz ao auto- perdão que nos manterá todas as portas abertas para novas realizações, porém, este perdão não poderá ser conquistado em futuras repetições dos mesmos erros, pois, estes criarão clichês que com estas condutas fixar-se-ão em nossa tela mental fazendo com que os desejos futuros de um estado melhor demorem mais a se manifestarem pela falta de certeza que depositamos nas Forças Cósmicas, quando provarmos as Forças que somos de confiança novamente à convicção se expressa e os desejos se realizam a contento.
A consecução na repetição dos erros passados condicionam os Elohins Criadores a ficarem surdos aos nossos novos anseios e assim repetem aquelas formas viciosas registradas em nosso Mental/Ativo da mesma maneira que passamos a não mais ouvir certas orientações benéficas por termos nos acostumado a recebermos muitas informações deformadas de uma realidade saudável. Isto faz com que apareça um sentimento de desconfiança naquilo que é puro e salutar, permitindo um desconforto chamado de “negatividade” o que chamo de neutralidade nas propriedades Criativas e Construtivas do Universo que conspira a nosso favor quando a causa é justa e perfeita.
Todo este conceito é de conhecimento dos Elohins Criadores que deles se beneficiam para fazer acontecerem em nossas vidas, nossos pensamentos.
Estas micropartículas são habitantes de um Universo diminuto chamado de Nani Universo aonde os Micros dão-se conhecer a Ciência Metafísica e são desconhecidas as suas funções pela Ciência física, o que permite, apenas, a elaboração de um conceito material e não a psicodinâmica ação na formação Anímica/Consciencial com expressão saudável estruturada pela Força Cósmica no Psicobiofísico, agindo e interagindo um no outro para uma expressão de Poder inimaginável no mundo dos homens comuns.
Tomarmos conhecimento destes pequenos elementos em nossa Cadeia Atômica e com eles comungarmos em prol de uma vida plena e realizada em coisa boas, com certeza, em breve tempo, eles passarão novamente a nos ouvir e responder imediatamente aos nossos solicitados.
Aqui entendemos o porquê em muitas vezes acreditávamos querer algo para nosso deleite e não víamos uma realização muito fácil.
A razão está em que será preciso que voltemos à confiabilidade dos mesmos e a eles teremos que provar fidelidade de chamado.
Os Poderosos Elohins Criadores são os Arquitetos de nosso Universo que executam a Obra de acordo com o elaborado em nossa bancada de Projetos.
Assim sejamos os melhores Projetistas que desejarmos ser na Elevação de nosso Edifício denominado de Corpo Material ou Físico.
Na próxima semana falaremos como poderemos sugestionar nossos micros Arquitetos a executarem uma obra perfeita com uso de material de primeira qualidade.
Pensem durante um tempo nestas informações e tirem delas o melhor proveito. Não vos falo como sonhador, porque não acredito em sonhos, para mim eles serviram, apenas, com o sentido de me fazerem continuar minha jornada, até que aprendi a diferenciar o sonho do desejo, então, desenvolvi uma qualidade própria baseada na experiência de uma vida que é a vida em mim mesmo.
Boa leitura a todos!
Desejo-vos, todo o sucesso possível!
EU SOU
EL PENSATOR!
Carlos Barros.

            

Nenhum comentário:

Postar um comentário