quinta-feira, 31 de julho de 2014

O INSONDÁVEL MISTÉRIO DO SER XXVIII


O INSONDÁVEL MISTÉRIO DO SER.
XXVIII
EU SOU, LUZ, SAÚDE PLENA E PAZ!”
Átomos... Ou Semideuses?
Dando continuidade a Arte de meditar
Para podermos melhor entender a forma como deveremos nos portar em uma meditação consciente e senti-la
tendo efeito sobre nós vamos elaborar um tratado de como a devemos praticar, apesar de a dividirmos em etapas diferenciadas é bom lembrar que a separação em tópicos é somente para a compreendermos, na realidade ela deverá ser praticada na sua totalidade como um só sentimento e um só pensamento. Desta maneira nos libertamos de determinadas limitações para podermos alcançar o objeto pensado e posteriormente o
Me + ditado assim fixado na tela mental como materializado.
Vamos simplificar nossas informações para que tudo possa ser compreendido da melhor forma possível, independente de sermos estudiosos das Ciências Esotéricas ou não, ao dizemos que precisamos aprender a ler os sinais em nossas vidas estamos afirmando a importância em reconhecermos cada passo a nossa disposição como uma proposta de evolução, ou seja, todos nós fomos programados para seguirmos determinados conceitos em prol de uma caminhada segura, estando ela ancorada em planejamentos e estratégias operacionais com a finalidade de avaliarmos as possibilidades para realização de nossos anseios e desejos.
O que não podemos permitir é que, uma ação ou um pensamento, aconteça sem que os avaliemos por todos os ângulos nos facultando um julgamento seguro para quando das suas expressões.
Sendo o pensamento a mola propulsora para a formação dos acontecimentos importa que se tenha total controle sobre eles para que possamos manifestá-los a contento, ou seja, transformá-los em ações justas para que não prejudiquem ou nos prejudique.
Podemos ter informações antecipadas sobre qualquer emissão pensativa desde que tenhamos em consciência as suas reações no tempo e no espaço e isto requer estudo sobre Leis Mentais e as suas Reações no mundo fenomenal.
Tendo esta atitude controladora será permitido um comportamento diferenciado na vida.
Portanto, é sumariamente importante que aprendamos a controlar essas emissões com técnicas de análise pela pesquisa na consequência que advirá.
Poderei ser perguntado:
Como saberei da consequência que virá a frente? – Não saberá! A não ser que...
Aqui está o mistério da Leitura dos Sinais e da atenção sobre pensamentos! – Não sabemos pelo simples fato de apagarmos de nossa memória ativa o passado com muita facilidade, pois, na realidade todo processo que manifesta nova aparência, nada mais é do que uma repetição para que solucionemos algo mal resolvido neste mesmo passado que tanta força se usa para esquecer, porém, um sentimento pouco aplicado em nosso íntimo nos mostra resultados que não nos é prática darmos atenção! Esta propriedade é a Poderosa Intuição que tem por mérito ser a Guardiã de nossos pensamentos e ações, sendo a resultante por obediência ou não, causa do Livre Arbítrio!
Agimos por impulsos, normalmente, e nos surpreendemos com os resultados espantados, ou por satisfação ou pela consequência nefasta que em muitos casos se manifesta.
Entretanto, não é isto que buscamos para as nossas vidas, buscamos desenvolvimentos conscientes que tenham a condição de nos demonstrar certezas na consecução da vida e estas somente serão alcançadas com práticas meditativas muito bem observadas no cotidiano viver.
Mais uma vez posso ser questionado: Não é muito complicado ficar cuidando de tudo que falo e penso podendo, inclusive vir a me tornar em um chato de galochas? É um risco que se corre no aprendizado quando se pensa em querer que todos se comportem da mesma maneira o que não é possível, por razões ocultas a cada um é dada uma dinâmica operacional que o conduzirá no mesmo caminho, apenas, diferenciado do outro dentro da Evolução e desta forma não temos o direito de intuir ou querer que outros sigam nossas metas de desenvolvimento, cada um terá a sua seguindo um padrão de grau evolucional.
A princípio somos dados a achar que todos poderão percorrer o mesmo ensino e que a Senda está iguala a todos, isto não é verdade, assim como dentro de um Lar ou no interior de uma Empresa se encontram vários graus de conhecimento, da mesma forma se faz a Senda Espiritual.
Entendendo a meditação
Vamos entender por partes o que representa a Arte de Meditar em seus variados componentes.
Em primeiro lugar é preciso fazer um reconhecimento sobre o que desejamos levar a Sala Interna (a Mente) para que haja aprovação de realização. Neste processo é preciso que saibamos exatamente o que queremos que nos seja liberado, para tanto, fazemos uma análise a todas as possibilidades cabíveis ao desejo, confrontando os prós e os contras que calculamos poderem acontecer e quando tivermos a certeza do que desejamos independente dos resultados satisfatórios ou não, então, o levamos ao mental para que passe pelo crivo do Subconsciente e assim se realize a Obra. Explicando: Não adianta eu querer ser Diretor de Banco se não sou profissionalmente qualificado para cumprimento da missão administrativa que me virá como compromisso e responsabilidade. Não posso ter tudo o que eu quiser, além das minhas possibilidades visuais, entretanto, se pode ser ilimitado dentro das possibilidades que se tem.
Vou dar um exemplo simples novamente: A profissão que exerço é o da Construção Civil, e nos intervalos para o café ou o lanche que estabeleci ser de quinze minutos pela manhã às nove horas e a tarde às dezesseis horas, meu pessoal me indaga: E aí seu Beto tem gente nova no grupo da para o Sr, dar aquela palinha que diz para sermos grandes. – Claro vamos lá! Em uma destas palestras relâmpagos um servente de obras me questionou: Como ele poderia ser grande se a única coisa que ele sabia fazer era carregar material e fazer massa para servir os profissionais? Respondi-lhe com nova pergunta: - No teu modo de te enxergar, tu te sentes bom no que tu fazes; sente-te completo como Servente de Obras? – Sim, disse ele, inclusive com os elogios que recebo acredito fazer bem o meu trabalho! Pois bem, para que tu possas ser grande naquilo que fazes terás que ser o melhor, para que possas ensinar o que fazes sem medo de errares. Se assim agires vais ganhar muito dinheiro e não deixarás de ser um belo e pleno Servente de Obras – Hoje três anos depois ele se estabeleceu com uma empresa de Serventia terceirizada em Obras de Grande porte, comanda mais de duzentos homens e pelo que soube dinheiro é rio em sua vida, e o melhor não deixou de ser Servente de Obra! Entenderam?
Quando escrevemos sobre o subconsciente dissemos que para que fosse possível manifestar um desejo se fazia necessário que conseguíssemos sugestionar a nossa Mente Subconsciente, pois, esta sugestão é o molde para que Ela nos liberte a forma solicitada. Vamos ver se eu consigo simplificar explicando da seguinte forma: Quando queremos muito alguma coisa, nós temos por hábito pensarmos em como vamos conseguir aquilo que desejamos e quando pensamos em como conseguir a Mente Subconsciente fica na dúvida do que queremos e não realiza por que estamos esperando um jeito para conseguir, porém, se ao contrário, nós vermos o objeto como já alcançado e em nossas mãos sendo usufruído, então, sem grandes dificuldades conseguimos por que desta forma a Mente Subconsciente foi sugestionada e passa a enxergar o que desejamos conosco. Este é um processo da Meditação Consciente que nos orienta a decretarmos as condições favoráveis para consecução de nossas vidas. Meditação como já falei ao meu entender e depois de muita prática não representa ficar horas a fio em posição de inércia mental e sim de forma a condicionar nossa Mente a realizar o que lhe seja ditado ou solicitado. Em muitas ocasiões sou questionado o porquê falo de forma a não me fazer entender, ou porque não sou mais simplista nas minhas expressões, porém, sou objetivo quando digo que não falo para as personalidades, mas, para as Almas que me escutam e leiam, a personalidade não quer nem saber deste campo chamado evolução que não seja o de, apenas, conquistar bens materiais para suas satisfações passageiras e desta maneira quanto mais adquire mais insatisfeita se comporta, adquire tudo o que quer e nunca está contente com o que tem por esta razão tanta infelicidade a sua volta.
A personalidade gosta de ser bajulada de forma a se sentir glorificada e afamada não se importando se está sendo enganada, se lhe estão mentindo, já a Alma não, ela gosta das Verdades e daquilo que lhe faz ver diferenças e as harmoniza em si mesma para poder conduzir a personalidade, aí sim, por veredas seguras e fortes, mas, isso não é compreendido até que se tenha consciência evolutiva. O acordar para uma vida interior é um processo lento em que o discípulo a esta busca se prontifica a seguir rigorosamente uma disciplina rígida baseada em análise e controle sobre si mesmo, permitindo que haja uma possibilidade de se autoconhecer na prática meditativa.
A Meditação Consciente elabora o programa, que irá determinar e adequar a personalidade ao desenvolvimento correto, como foi dito acima tudo dentro das suas qualidades e possibilidades, o qual fará com que Ela se sinta confortável em seguir ditames e regras com responsabilidade, porém, enquanto este compromisso não acontecer consigo mesma se manterá as margens da estrada.
A Meditação faculta a condição de um aprendizado não muito comum que nos leva ao autoconhecimento e este nos conduzirá por veredas seguras, livres de armadilhas e desvios de conduta fazendo com que o comportamento se estabeleça pelo harmônico e equilibrante estado espiritual mesmo caminhando na matéria bruta. O Ato de meditar, nos leva a desenvolvermos raciocínios lógicos sem que fujamos do onírico, porém, livres da preocupação com o devaneio fútil.
O princípio básico da Arte de meditar é a Reflexão, quando nos colocamos nesta vereda somos convidados a fazermos análises no passado e venhamos a determinar se alguma coisa mal resolvida ficou para trás não permitindo o nosso avançar a frente. Esta busca em registros não é normalmente pesquisada por estar em câmara de preparação para esquecimento, facultando uma dificuldade no reconhecimento do obstáculo a ser alcançado! Na maioria dos casos não nos é simpática esta análise por nos reportar a condições acontecidas que desejamos mais que fiquem no esquecimento para que não tenhamos que novamente passar pelo crivo da dor e do sofrimento que tal situação nos proporcionou, entretanto, se é condicionado a voltarmos naquelas oportunidades que nos foram benéficas, alegres e felizes, e assim também, nos perdemos no devaneio da nostalgia, o que de certa forma em muitos casos pode ser prejudicial e nocivo à caminhada evolutiva.
A Reflexão Meditativa
Tudo está relacionado a exercícios mentais que deverão ser praticados a fim de se conseguir alcançar a meta desejada.
Quando buscamos no passado as situações que vivenciamos lá, temos que nos ater a todas as situações maléficas ou benéficas e quando detectadas, libertos da emoção fazermos o justo julgamento sobre os efeitos decorridos de suas ações tirando, então, os melhores resultados para o futuro.
Quando nos depararmos com as ações benéficas, deixemos por uns instantes que sejamos regozijados por elas e sejamos gratos as suas passagens em nossas caminhadas, com estas não precisamos ter preocupação de análise muito profunda, até porque as condições que as favoreceram dificilmente são esquecidas, entretanto, com aquelas que nos propuseram adversidades, bem, estas terão que sofrerem o crivo da pesquisa consciente e a capacidade humilde de reconhecermos que erramos e nas suas maiorias, podemos determinar que em 97% fomos permissíveis as suas aparições, ao detectarmos tais ações, deveremos, nos por frente a frente a elas e perguntarmos a nós mesmos o motivo por suas emanações, se silenciosos formos, não deixarmos que a mente objetiva de palpites e aguardarmos com paciência e perseverança decretada no desejo de receber a resposta, com certeza ela virá e nos mostrará os caminhos inadequados que seguimos para que sofrêssemos o revés. Neste momento nascerá um novo sentimento formado por um desejo intenso de Liberdade que tem si a qualidade do despertar para uma realidade única que dispõe de todas as possibilidades favoráveis ao que se deseja sentimento este que muitas escolas do pensamento chamam de Auto Perdão. No meio do processo meditativo ao depararmo-nos com aquelas situações nocivas do passado, então, busca-se na humildade a capacidade de nos ver impotentes naqueles momentos para desviarmos as ações depreciáveis que nos importunaram na jornada, mas, reflito sem medo, indiscutivelmente, fomos os únicos responsáveis pelos seus aparecimentos, podendo o futuro ser escrito diferentemente.
Este tratamento de auto-perdão meditativo nos libertará dos grilhões que nos aprisionavam ao passado e nos impulsionará a novo avanço nos campos do Sucesso e do Progresso. Aprenderemos com a Meditação a entrarmos no Silêncio de nós mesmos, no começo precisaremos de um local adequado para treinamento, depois, poderemos entrar em sintonia com o Silêncio em qualquer lugar e em qualquer instância do momento em que nos encontrarmos, inclusive caminhado na Rua ou mesmo dentro de uma condução lotada ou caminhando em meio a uma multidão. Assim aprimoraremos a percepção sobre os sinais que se manifestarão pela simples solicitação que fizermos sobre qualquer comportamento nosso ou alheio fazendo com que analisemos da melhor forma possível estas atitudes que normalmente borbulham a nossa volta.
Como afirmo em meus escritos: Saber Ler os Sinais que o Passado emite é preparar o Futuro! Como digo abaixo, Feio ou Belo vai depender da forma como encararemos os nossos próprios monstros que nada mais são do que ANJOS esperando que os aprimoremos para poderem agir e que só poderão ser trabalhados pela meditação.
A Verdadeira Sabedoria está em o Aprendiz desenvolver a capacidade de olhar para o seu Passado e este não mais o afetar, mas, por experiências adquiridas conseguir construir um Alicerce Sólido sobre tais circunstâncias e consequências vivenciadas, entendendo na leitura dos Sinais que o Passado lhe manda como enfermidades e temores vãos, é, apenas, alerta que lhes é emitido para que possam, então, construírem uma Jornada Segura baseada na compreensão de que o Passado é a sua Biblioteca do Saber e que deverá ser pesquisada a cada instante, pois é neste Manancial que se encontra prenhe o Futuro Promissor, ou não.
Boa leitura a todos. (Continuaremos)...
EU SOU,
El Pensator!

Nenhum comentário:

Postar um comentário